752 notes
Reblog
"O amor é uma espécie de preconceito. A gente ama o que precisa, ama o que faz sentir bem, ama o que é conveniente. Como pode dizer que ama uma pessoa quando há dez mil outras no mundo que você amaria mais se conhecesse? Mas a gente nunca conhece." - Charles Bukowski (via d-e-s-c-u-i-d-o-s)
31 notes
Reblog

c-a-n-a-r-i-o:

o telefone continuava tocando.
atendi.
“alô?”

“EU TE AMO!”, ela disse.

“obrigado”, eu disse.

“é tudo o que você tem
pra me dizer?”

“sim.”

“vá à merda!” ela disse e
desligou.

o amor se esgota, pensei
ao caminhar de volta ao
banheiro, mais rápido
do que um jato de esperma.

Charles Bukowski

25,116 notes
Reblog
"Tô feliz, acredita? Olha só a ironia, fui buscar o amor e já tinha. Fui tentar ser feliz e já era. Fui tentar me encontrar e me perdi. E, que loucura, precisei me perder para me valorizar." - Tati Bernardi.
2,581 notes
Reblog
"Sinto saudades de tudo que marcou a minha vida. Quando vejo retratos, quando sinto cheiros, quando escuto uma voz, quando me lembro do passado, eu sinto saudades. Sinto saudades de amigos que nunca mais vi, de pessoas com quem não mais falei ou cruzei. Sinto saudades da minha infância, do meu primeiro amor, do meu segundo, do terceiro, do penúltimo e daqueles que ainda vou ter. Sinto saudades das coisas que vivi e das que deixei passar." - Clarice Lispector. 
4,290 notes
Reblog
"Aí você gasta um de seus preciosos sins e deixa pra depois mais um daqueles seus adeus, que, aliás, tem de sobra na sua bolsa de pano, sempre à mão, para casos de emergência. E eu me pergunto: você vai ficar porque está chovendo, ou está chovendo porque você vai ficar? Tanto faz. Se eu bem te conheço, basta me despedir usando a tática do me-liga-qualquer-coisa. Foi assim, desse jeito, que até hoje nenhum dos seus adeus durou para sempre." - Gabito Nunes 
 
4,154 notes
Reblog
"Eu quero nós. Mais nós. Grudados. Enrolados. Amarrados. Jogados no tapete da sala. Nós que não atam nem desatam. Eu quero pouco e quero mais. Quero você. Quero eu. Quero domingos de manhã. Quero cama desarrumada, lençol, café e travesseiro. Quero seu beijo. Quero seu cheiro. Quero aquele olhar que não cansa." - Caio Fernando Abreu.  
fina-nevoa:

.
23 notes
Reblog
"Quando nos encontramos, e você me abraça e beija meus cabelos, eu sinto que estou protegida de todo o mal do mundo. Ao caminharmos em direção à sua casa, paramos antes no mercado para comprar algumas besteiras. Você adora olhar o que tem lá, impressionante! Não sei quem é mais indeciso, e saímos sempre com a mesma coisa: massa de pizza para fazermos em casa. Na fila do caixa, você tenta me beijar, mas eu não deixo. Não gosto de ficar beijando em público. Você me pede um beijo de novo e, claro, eu não resisto. Nós somos tipo imãs, ficar longe sendo puxada para perto é quase impossível. Beijar você… Sentir seu toque, seu amor, seu carinho. Sentir sua boca na minha. Passar a mão pelo seu cabelo macio. Escutar o silêncio infinito que perdura nesses segundos. Quando chegamos, você não deixa eu ajudar a montar a pizza também, aí faço um charminho, digo que também não quero mais. Você, como não é lá a pessoa mais paciente do mundo, logo se irrita e é um pouquinho grosso comigo. Sei que é difícil aturar meus dramas… Mas, então, eu volto segurando seu rosto fazendo um carinho com os dedos entre seus olhos, dou um beijo no nariz e você já fica bem. Meu amor, calma. Não vamos brigar por isso. Você é tão criança que nem sei. Criança por ser tão singelo, insistente e achar que está sempre certo. Mas também não adianta negar que vem pedir meu colo e se aconchega no meu pescoço, parecendo pequenino, mesmo sendo um homem. Gosto do seu sorriso envergonhado, quando sabe que fez ou falou algo errado. Gosto do seu sorriso de palhaço, depois de uma piada. Gosto da sua risada idiota e das surpresas simples que faz para me agradar. Gosto da forma que me deixa feliz pelas pequenas coisas. Ao deitarmos na cama, lhe faço um cafuné até você cair no sono. Olho você dormindo e lhe comparo a um anjo. Tão lindo. Seu jeito calmo e leve. Seu jeito tão misturado com o meu. Seu e de mais ninguém. Sua capacidade de amar com todo o coração. Eu lhe reparo em cada detalhe e consigo amá-los a cada minuto que passa mais e mais, mesmo achando há um minuto atrás que isso não era possível…" - Recanto